Produção em cadeia

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Quando você compra um produto você pode pensar se ele é biodegradável, reciclável e promove a sustentabilidade. Mas será que realmente somos capazes de entender o processo que segue cada um dos produtos que consumimos?

sacolas plásticas são fabricadas com derivados do petróleo e ao serem descartadas indevidamente duram milhares de anos e promovem vários outros problemas ambientais. Mas ao avaliar outros materiais temos de pensar de onde ele vêm, qual seu sistema de produção, como é seu descarte. Ainda no exemplo das sacolas, mesmo as sacolas plásticas, descartadas em aterros sanitários produzem metano ao invés de produzir CO2 na sua degradação. O metano é 25 vezes mais poluente que o CO2, considerando esse fato, se a produção de sacolas e o seu uso gerasse um descarte massivo desse tipo de produto a geração de gases seria muito maior.

Certas vezes, o comportamento humano é mais danoso que o produto em si. Horários de pico de energia existem justamente por causa dos hábitos que nossa cultura promove. No reino unido a hora do chá, faz com que 1 milhão de aquecedores de água sejam ligados praticamente no mesmo momento para fazer chá.

Celulares e produtos de tecnologia cada vez se tornam mais descartáveis, primeiramente devido ao seu rápido desenvolvimento e depois pela capacidade de armazenamento móvel de dados, que faz com que a troca de aparelhos seja feita sem nenhum transtorno. Então a fabricação acelerada desses aparelhos já promove a estimativa de que existam 20 milhões de aparelhos que ficam estocados em nossas gavetas. Dos milhões de celulares descartados no mercado americano somente 11% foram reciclados. O destino de vários desses aparelhos descartados é infelizmente o descarte em países como Gana, onde comunidades queimam os aparelhos e depois retiram os componentes metálicos que resistem ao processo.

Então a palestrante Leyla Acaroglu convida aos seus ouvintes no TED a repensar no que estamos nos metendo, todas as melhorias são louváveis, mas precisamos estar preparados para atendê-las em todas as etapas de seu processo de vida.

 

Um grande abraço.

20151022_132555Ronaldo Mendes Salles

Engenheiro Civil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *