Parque solar bahiano

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Bahia recebe investimento para construir o maior parque solar da América Latina.

A energia solar pode não ser a melhor opção em custo benefício e de longe é uma das mais ineficientes até o momento. Porém não há muito o que se fazer se a intenção é de produzir energia sem esperar por todo o longo período de instalação da capacidade produtiva.energia solar - parque ituverava

O parque terá capacidade instalada de 254MW  com investimento de aproximadamente US$ 400 milhões. Infelizmente a área ocupada pelo empreendimento não aprece ter sido divulgada.

A empresa responsável é a Enel Green Power (“EGP”), grupo italiano que além desse parque solar também deverá investir em mais 100MW de geração de energia de outras fontes.

Por melhor que seja a notícia, estamos justamente enfrentando o dilema maior que se passa na instalação de usinas solares, o uso do espaço. Conforme já disse diversas vezes em outras matérias sobre geração de energia eólica (leia mais) e suas dificuldades, ao menos o espaço entre turbinas pode ser melhor aproveitado do que numa “fazenda” de painéis.

A melhor proposta que vejo é o aproveitamento de rios em áreas com grande incidência solar. Montar parques solares sobre estes rios reduziria a quantidade de água evaporada e aumentaria a oferta da mesma. Projetos como este sobre o rio São Francisco são idéias de especialistas e entusiastas, cujos estudos mostram que as represas nordestinas perdem muita água por evaporação (sem benefícios diretos de chuvas devido a evaporação dessas represas). Alerto que não é invenção brasileira, nem isso poderemos alegar pioneria. Projetos parecidos estão sendo realizados na Índia para evitar o mesmo problema de evaporação e uso do espaço público.

De qualquer forma, uma notícia para comemorar. Ao menos estamos nos movendo na direção certa.

Um grande abraço!

20151022_132555Ronaldo Mendes Salles

Engenheiro Civil – Fundador do Engenheiro de pijama

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *