O saldo do confronto.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Depois de tanto se falar, tantas especulações sobre o que seria do futuro da Tesla Motors agora temos o real resultado de todo esse agito.

A tesla está em lançamento da versão 8.0 do seu software. Na verdade, o software começou seu download no dia 21 de Setembro. Na nova versão Ellon Musk , CEO da Tesla, afirma que conseguiu de certa forma um meio de possivelmente evitar acidentes como o que matou um motorista enquanto usava o sistema “Autopilot”.

De acordo com Musk, a resposta estava no sistema de radar e suas propriedades. Antes estávamos com um certo grau de incerteza se o radar seria capaz de classificar corretamente os objetos captados pelo sensor.

Na versão anterior, todos as capturas de objetos feitas pelo radar eram confirmadas pelo sistema de câmeras e reconhecimento de objetos. Mas agora os fornecedores de equipamento da Tesla afirmam ter encontrado uma forma de fazer com que o próprio radar seja capaz de reconhecer densidade dos materiais.

Agora podemos saber se um objeto é metálico e sua densidade. Com isso podemos melhorar a escolha do sistema quanto os objetos que são uma ameaça.

Fora isso, o uso do radar agora pretende ter mais duas funcionalidades: a primeira é se comunicar com outros veículos em várias direções e aumentar a percepção do deslocamento dos outros veículos. A segunda é o geomapeamento de objetos que não foram detectados de forma conclusiva. Dessa forma, os próximos veículos que fizerem o mesmotrajeto, tentarão escanear o mesmo objeto e tentar descobrir do que se trata.

De forma controversa, Musk afirmou que estão estudando alternativas para uma intervenção forçada do sistema “autosteer” que é o responsável pela mudança de direção sem a necessidade do motorista de virar o volante.

Agora este sistema poderia se ativar automaticamente no caso do motorista estar saindo da estrada.

No geral, as novas atualizações foram bem recebidas pela agência de segurança no trânsito.

As questões mais polêmicas ficaram por conta da confiança maior (talvez excessiva) no sistema de radar e pela controversa “intervenção” do “autosteer” no trajeto do carro mesmo com sistema desativado.

 Houve ainda uma questão levantada por um repórter sobre o uso de sistemas de mapeamento Lidar. Musk rejeitou o uso do sistema por considera-lo ineficaz em casos de chuva e neve. Mas isso já era esperado de Musk, afinal ele havia afirmado algo parecido em outras entrevistas e claro que serve de cutucada ao Google, que usa o sistema Lidar em seus carros.

Um grande abraço!

Ronaldo Mendes Salles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *